Confira a entrevista de Shakira para o programa "El Gordo y La Flaca" Confira a entrevista de Shakira para o programa "El Gordo y La Flaca" Confira a entrevista de Shakira para o programa "El Gordo y La Flaca"
Confira a entrevista de Shakira para o programa “El Gordo y La Flaca”

Da Redação – A cantora colombiana Shakira concedeu uma entrevista exclusiva à repórter Chiquinquira Delgado, para o programa El Gordo y La Flaca, da Univision. A artista falou sobre seu novo tema “Me Enamoré” e detalhes de sua vida familiar, em um bate papo bem descontraído que aconteceu em Barcelona no último dia 28 durante um evento filantrópico.  Entre os pontos altos da entrevista que foi ao ar ontem (07) estão a história de como nasceu a música, o dia-a-dia com os filhos Milan e Sasha e como a estrela de 40 anos lida com o lado obscuro da fama.

Confira a entrevista, publicada em primeira mão no Brasil por nossa equipe:

Transcrição em Português

Repórter: Eu me apaixonei por esse tema porque é muito pegajoso. Conte-me um pouco sobre a canção.

Shakira: Eu escrevi esta canção querendo contar a história de como conheci o Gerard e “Me Enamoré”, daí nasceu o título da música. Fizemos um vídeo com a letra da canção para que as pessoas possam cantá-la sem karaokê. E ficou muito divertido.

Repórter: Sim, a letra é muito divertida e de maneira específica: “me gusta esa barbita”…

Shakira: me gusta esa boquita redondita, ojitos (risos).

Repórter: Queiro tener 10 hijos contigo.

Shakira: Empecemos por un par, solamente te ló digo por si quiers practicar (risos).

Repórter: Trata-se, sobretudo, de uma canção autobiográfica, verdade?

Shakira: Claro, sobretudo, por isso, é tão pessoal e narra a noite em que conheci o conheci e que mudou a minha vida, a noite em que conheci o pai dos meus dois filhos.

Repórter: A fama tem seu lado obscuro: as pessoas inventam fofocas, você perde sua privacidade, gente eu diz que canções suas não são suas e são deles. Como você lida com tudo isso?

Shakira:  Se desenvolve um instinto de conservação  e tem que se ter inteligência para manejar uma carreira de muitos anos. Você quer estar rodeada de boas pessoas, escolher bem suas amizades, escolher bem as pessoas que trabalham pra você e colocar um esforço nas coisas que você faz e ter muita disciplina, e também aguentar as coisas duras que você citou.

Repórter: Muita gente no princípio te disse “não” e enfrentou as pessoas que, por causa do seu vibrato tão alto te diziam que soava como uma cabra (risos). Se atreviam a dizer isso?

Shakira: Sim. Bom, começando com um professor de música do colégio que não me queria no coral. Essa foi minha primeira frustração.

Repórter: E o que te diz esse professor hoje em dia?

Shakira: Não sei, mas não deve estar muito contente (risos).

Repórter: Eu, como mãe, te vejo e realmente fico impressionada como consegue esse equilíbrio de estar nos primeiros lugares dos charts e ser uma mãe dedicada. Como consegue fazer isso, me conta o segredo.

Shakira: Chega meia-noite e eu sou como um trapo, não sirvo para nada. A verdade é que uma coisa boa de ser mãe é que você se organiza. Meus filhos seguem crescendo e tem uma rotina, tem um horário. Não sou mais aquela dos 26 anos que vivia somente pra mim e que era o centro do meu universo. Agora eles são a minha prioridade absoluta. Eu tenho que cumprir um horário e tenho que ser pontual. Vou ao estúdio e tenho somente 4 horas para trabalhar, porque de um lado tenho que buscar o Milan, levá-lo ao futebol ou tenho que estar com Sasha. Também tenho milhares de outras coisas pra fazer, como o trabalho da minha Fundação e, bom, Gerard (risos).

Repórter: Piqué. Tem que vê-lo também (risos)…

Shakira: São muitas coisas que nós mulheres fazemos, somos malabaristas. Os homens não conseguem fazer uma única coisa bem.

Repórter: Falemos Shakira sobre os homens da sua vida, que não são poucos, são três. Conte-me um pouquinho sobre Milan e Sasha: vão mais com a bola ou com o microfone cantando?

Shakira: Ambos são muito atletas, porque os iniciei cedo nos esportes. Sasha é quem mais se encanta por música, canta e dança. Milan também é musical, mas está absolutamente apaixonado pelo futebol. Uma das coisas que prefere não é tomar sorvete e sim treinar. É super sério com seus esportes e tem quatro anos apenas. E não sabem o que vão fazer no futuro, mas quero dar-lhes todas as ferramentas, ajudar que se divirtam aprendendo, o que é muito importante, que aprendam muitas coisas, mas que se divirtam e, mais adiante, escolham o que querem fazer da vida. E obviamente não precisa ser na música ou nos esportes, que sigam seu próprio caminho, mas com paixão e alegria.

(…)

Repórter: Falemos sobre o protagonista da sua última canção “Me Enamoré”…como dança Piqué?

Shakira: Bem, divino! (risos)

Repórter: Quem dança em casa?

Shakira: Eu e Sasha.

Repórter: Quem cozinha?

Shakira: nenhum dos dois.

Repórter: Quem manda em casa?

Shakira: Algumas coisas ele, algumas coisas eu (risos). O controle da TV eu terei sempre!

Repórter: Vou ser um pouco atrevida. Aproveitando que estou aqui na sua frente e estamos entre mulheres: é um mito ou é verdade que os esportistas antes de uma partida não podem fazer sexo?

Shakira: Bom (muitos risos), essas coisas a gente não pode falar na televisão, se quer falar dessas coisas, desliga as câmeras e te conto (risos).

Scroll Up
~