#ShakiraFaz40: Fãs compartilham seus momentos favoritos de Shakira #ShakiraFaz40: Fãs compartilham seus momentos favoritos de Shakira #ShakiraFaz40: Fãs compartilham seus momentos favoritos de Shakira
#ShakiraFaz40: Fãs compartilham seus momentos favoritos de Shakira

Nesta quinta-feira Shakira completa 40 anos. Com 27 anos de carreira, a colombiana mais famosa do mundo ainda arrasta multidões por onde passa, especialmente no Brasil. Por isso, para comemorar este aniversário, o Shakira Brasil quis não apenas listar momentos que consideramos notáveis, mas entender quais momentos foram e são importantes para o público, o consumidor final de todo o trabalho dela. Para isso, conversamos com alguns fãs de diversas partes do país e até mesmo membros da nossa equipe para ouvir suas histórias e entender a importância de Shakira na vida de cada um. Confira:

“Para mim, o momento mais especial foi no Rock in Rio 2011. Ela [Shakira] arrasou cantando país tropical junto com Ivete. A energia que a Shakira transmite quando está no palco é demais. Espero viver isso novamente”, diz  Priscila Fonseca, de São Paulo. Emanuelle Vieira, de Manaus, também engrossa o coro: “Foi um momento único, um momento mágico, que para os fãs da Shakira foi um sonho realizado. Essa parceria foi inesquecível, porque a Ivete Sangalo é uma cantora muito bem ouvida no nosso país. Quando a Shakira e a Ivete cantaram “Pais Tropical” eu senti o quanto a Shakira estava feliz, e o povo todo cantando, pulando e orgulhosos de ver as duas Divas no mesmo palco cantando”.

Aparentemente a participação de Shakira no Rock in Rio é quase unanimidade entre os fãs. Para Jouzeffer, presidente do Shakira Brasil e morador de São Gonçalo no Rio de Janeiro, o diferencial do show foi o setlist especial: “Meu momento favorito de toda a carreira de Shakira foi o Rock In Rio Brasil em 2011. Sem dúvida a melhor parte do show foi a abertura ao som de seu primeiro mega hit, “Estoy Aquí“. Foi emocionante, principalmente porque acompanhei bem de perto, eu estava na grade de frente pra ela. Esta era uma música que não fazia parte do setlist da The Sun Comes Out World Tour e foi incluída especialmente para o Rock In Rio após diversos pedidos dos fãs durante sua passagem pelo país no começo do ano, o que tornou o momento ainda mais especial.”

A Copa do Mundo de 2010 também marcou muita gente, como a Janaína da Silva de Lima,  de Caxias do Sul, e a Gleice Kelly de Oliveira, de Caratinga, Minas Gerais: “O momento mais especial pra mim foi na África do Sul, Copa do Mundo de 2010. Como se não bastasse o meu amor pelo futebol, lá estava mais um dos meus amores, Shakira, lançando a música tema dessa edição,”Waka Waka“, que logo se tornou meu apelido de escola. Logo aprendi a cantar e dançar alguns passos da coreografia entre uma aula e outra, e fui coroada com o apelido de “Jana Waka” pelos meus colegas. Até hoje muitos ainda me chamam assim e eu não vou negar, amo!”. Já Gleice teve seu primeiro contato com Shakira no mundial: “Conheci Shakira em 2010, na abertura de estreia da fifa word cup 2010, e desde então me apaixonei não só por suas musicas e por suas performances, mas pela pessoa que ela representa para todo o mundo”, diz ela.

Alguns fãs se afeiçoam mais a determinados momentos da discografia de Shakira do que a sua persona artística. É o caso de Michael Trajano, de Pernambuco, que elege o álbum She Wolf, um disco problemático para parte do fãs, como seu preferido: “Me identifiquei com o som e com o álbum como um todo pela sonoridade bem electropop, gênero que eu gosto muito,. Até hoje acho o melhor trabalho dela”, diz ele.

Já para outros, a paixão pela colombiana é tão grande que é difícil separar onde termina sua carreira e onde começa sua vida pessoal: “Tenho 32 anos e sou fã da Shaki há 19. Todos os momentos da Shakira são especiais para mim. Cada novo lançamento é um sopro de vitalidade, uma alegria. A cada prêmio, uma satisfação em ser fã. Cada CD, cada turnê, cada momento da carreira e ou vida pessoal da Shakira me lembram uma temporada da minha vida! Não tem como falar ou contar histórias da minha vida e não falar sobre Shakira, é uma coisa só”, diz Débora Ventura, de Araruama no Rio de Janeiro.

O caso de Débora não é o único e alguns fãs “das antigas” nos ofereceram relatos muito íntimos de sua relação com a colombiana mais famosa do mundo. Um deles é Davi Silva, redator aqui do Shakira Brasil: “Escolher um momento em especial na carreira da Shakira é um baita desafio. Há anos ela tem sido a trilha sonora da minha vida. Suas canções me remetem a momentos importantes da minha trajetória, algumas são tão especiais que me fazem lembrar até o cheiro, o clima e a emoção que eu estava sentindo em determinada circunstância. Um momento especial da carreira da Shakira pra mim foi o lançamento de Fijacion Oral Vol. 1. Eu comecei a acompanhar a carreira de Shakira mais de perto a partir de 2003 com o Greatest Hits, aquele CD mexeu tanto comigo que fui procurar saber mais quem era aquela cantora de repertório tão eclético. O Fijación Oral foi o primeiro álbum de inéditas que ela lançou quando eu já era fã de carteirinha, então ir até a loja e adquirir o meu foi mágico. Hoje são mais de 10 anos seguindo de perto os passos da colombiana e saber que ela chega aos 40 com muito mais a nos oferecer é um presente e tanto”

O Danilo Oliveira, de São Paulo, também conta um relato semelhante da época em que Shakira ainda cantava apenas em espanhol: “Para mim, o momento em que mais fiquei apreensivo e torci pela Shakira foi quando ela lançou Dónde Están los Ladrones? em 1998. O primeiro CD tinha sido um sucesso aqui no Brasil e a expectativa de continuidade era imensa. Nessa época, o acesso a informações em tempo real era muito difícil e eu não tinha MTV em casa, então a angustia era grande. Comprava revistas “teen” para tentar descobrir alguma coisa. Lembro também que “No Creo“, não foi um êxito por aqui e depois dele, em São Paulo, nenhuma música estourou, até que de repente “Ojos Así” começou a tocar sem parar e colocou a Shakira no topo das paradas novamente. Fiquei imensamente feliz! O clipe de “Ojos Así“, mudou inclusive, a maneira como eu enxergava a Shakira, com aquele lado sexy sem ser vulgar, que eu vi, pela primeira vez, nela”.

Shakira completa 40 anos com um legado invejável. Ela é a dona da mais longeva transição entre os mercados hispânico e global e traz na bagagem oito álbuns de estúdio e muitos prêmios e conquistas. Porém, por trás disso tudo há um desejo de agradar seu público e continuar a expandí-lo e o objetivo deste texto e observar o trabalho ao menos uma vez a partir do outro ponto de vista, o do fã. Esperamos que você curta o post da mesma maneira que curtimos fazê-lo e vamos comemorar mais um ano de vida de nossa barranquillera favorita.

Scroll Up
~