Confira a entrevista completa de Shakira à Cosmopolitan Chile Confira a entrevista completa de Shakira à Cosmopolitan Chile Confira a entrevista completa de Shakira à Cosmopolitan Chile
Confira a entrevista completa de Shakira à Cosmopolitan Chile

Como já haviamos informado aqui, Shakira concedeu entrevista à revista Cosmopolitan Chile durante sua passagem pelo país no mês passado e o material resultou numa capa da revista, que é ilustrada com imagens do recente ensaio feito pelo fotógrafo Jean Pierre Kruze para a Puig. Abaixo, você confere a entrevista traduzida pela nossa equipe:

Provocante, linda e mais radiante do que nunca. Shakira voltou ao nosso pais, depois de cinco anos de ausência, e o fez em grande estilo. Embora tenha passado apenas dois dias no Chile, teve tempo para passear pela capital, passar tempo com seus fãs durante a apresentação de seu novo perfume Dance e, claro, conversar com a Cosmopolitan. Vestindo um belo macacão Stella McCartney e um grande sorriso, ela nos recebeu com exclusividade para contar sobre sua nova vida e seus próximos desafios.

Você é uma das artistas mais reconhecidas a nível mundial. Como nasceu seu gosto pela música?

Acho que primeiro nasceu meu gosto pelas letras. Comecei a escrever quando era muito pequena e fazia uns pseudo-poemas que logo se transformaram em músicas. Em paralelo, descobri minha paixão pela dança e tudo foi se encaixando como um quebra-cabeças, até que meu destino na música se revelou. Sem me dar conta, aos 13 anos já tinha gravado meu primeiro álbum.

Logo depois de seu bem sucedido disco ‘Pies Descalzos’, você resolveu criar uma fundação que leva o mesmo nome para crianças em situação de vulnerabilidade. O que te motivou a se comprometer com as causas sociais?

Cresci em um país com muitas injustiças sociais e constantemente me perguntava o que poderia fazer para mudar o que para mim era difícil de tolerar. Sempre tive na cabeça, em paralelo com minhas metas artísticas, poder conquistar algo a nível social. Quando ‘Pies Descalzos’ começou a estourar na América Latina, senti que era o momento adequado para contribuir para a sociedade. Foi assim que nasceu a fundação que hoje oferece educação integral a milhares de crianças de zonas vulneráveis da Colômbia. Com o tempo, me dei conta de que a aducação é a ferramenta mais poderosa que temos para mudar o futuro de nações inteiras, como a minha, que tem sofrido muitíssimo com a violência e a pobreza. Quando se investe em educação em um país como o meu, os frutos são imediatos.

Além de fazer música e se preocupar com seu trabalho filantrópico, você também deve dedicar tempo à família. Como consegue ser cantora e mãe ao mesmo tempo?

Ufa! Não tenho idéia. Suponho que da mesma forma que todas as outras mulheres do mundo que vão enlouquecidas pela vida tentando encontrar este equilíbrio (risos). É difícil, mas se há alguém que pode equilibrar tudo somos nós, mulheres.

Qual é a sua opinião a respeito do empoderamento da mulher nos últimos anos?

Acredito que ainda haja muitos lugares do mundo em que a mulher tenha que romper as barreiras da opressão impostas por sua cultura. Neste sentido, a mulher ocidental tem muito mais oportunidades de reclamar aquilo que é seu e de ter o controle de sua vida e destino.

E também são mais seguras de sua sensualidade. O que diria às mulheres que não se atrevem a demonstrar seu lado sexy?

Que o façam! Acho que quando a mulher se sente sexy, é muito mais feliz. Não há nada melhor do que se sentir bem com si mesma. Isso é mais importante do que o marido gostar ou não.

É isso que tenta transmitir com sua nova fragrância Dance?

Sim, é um perfume que reflete muita sensualidade e feminilidade. Foi pensado para as mulheres modernas que marcam seu próprio ritmo e pode ser usado tanto de dia quanto de noite. Tem muita personalidade mas ao mesmo tempo é suave. Adoro o fato de ele ser multifacetado, nesse sentido.

Como se inspirou para o conceito do frasco?

A embalagem é uma escultura de um corpo feminino em movimento e se baseia em um dos meus movimentos de dança mais clássicos. Quando começamos a desenvolver a embalagem, não estávamos muito convencidos da forma, faltava voluptuosidade e curvas. Então fiz uma selfie com os quadris inclinados e disse: “façamos assim”. Acho que desta maneira representa também a mulher latina.

E muitas delas admiram suas curvas. Quais são seus segredos para se manter em forma?

Gosto de praticar esportes. Adoro tênis e é uma maneira de fazer exercício sem sofrer na academia. Também tento estar sempre alegre. Acho que todos ficamos bem quando sorrimos. Não há maquiagem melhor do que a felicidade e estar em paz com si mesma.

E quanto a moda e beleza, que dicas poderia compartilhar?

Sou muito discreta em minha forma de vestir e a verdade é que não tenho problema em estar todo dia de jeans e camiseta, embora seja cuidadosa com o sol. Não me exponho aos raios solares e aplico muito protetor solar.

Falando de seus últimos hits. Como foi colaborar com Maluma em ‘Chantaje’?

Foi muito especial porque houve uma química instantânea no estúdio ao criar a música. Além disso, teve um sucesso incrível. Poucas horas depois de ser lançado já era número um em quinze países e o vídeo conseguiu mais de 85 milhões de visualizações em menos de 15 dias. Sem dúvida sabíamos que seria assim, sentimos no estúdio. Ele escrevia um verso e eu o seguinte. Foi tudo tão fluido que nunca duvidei que seria um hit.

Que planos tem para o futuro?

Agora mesmo estou desfrutando muito de fazer música, já que tanto ‘La Bicicleta’ quando ‘Chantaje’ quebraram records.  Tenho um novo disco quase pronto, mas ainda me falta um pouco. O bom é que graças ao boom das redes sociais minha relação com a música mudou. Agora tudo é imediato. Posso lançar músicas tão logo estejam prontas e isso mudou completamente o jogo. Para mim, é muito mais gratificante.

Texto: Natalia Bindis (original)
Tradução: Josimar Rosa para Shakira Brasil

Scroll Up
~