Especial: Como Shakira se manteve em evidencia mesmo longe dos holofotes Especial: Como Shakira se manteve em evidencia mesmo longe dos holofotes Especial: Como Shakira se manteve em evidencia mesmo longe dos holofotes
Especial: Como Shakira se manteve em evidencia mesmo longe dos holofotes

Uma era interrompida ao meio e um hiato de dois anos não foram capazes de apagar o sol de uma artista que vem percorrendo o mundo de pés descalços

Era final da Copa do Mundo de 2014. Shakira vivia mais um momento mágico na carreira ao cantar em um Maracanã lotado, palco de sua terceira final em um Mundial da FIFA. Nas arquibancadas, eram 70 mil espectadores embalados ao ritmo de “La La La (Brazil 2014)”, enquanto que pela TV, mais de 1 bilhão de pessoas ao redor do mundo assistiam sua performance. Não era para ela estar ali, sua canção não era o hino oficial do torneio. Mas o sucesso da música, uma parceria rítmica com Carlinhos Brown, levou a colombiana direto para o centro do emblemático estádio brasileiro. Era o auge de uma era que havia começado meses atrás, com o lançamento do estrondoso hit com Rihanna, “Can’t Remember to Forget You“. Parecia, então, o momento perfeito para a artista ingressar em uma turnê mundial. Até que uma notícia caiu como uma bomba para os fãs de Shakira.

Em 28 de agosto, a cantora usou o Twitter para anunciar ao mundo que estava grávida do seu segundo filho. Foi um verdadeiro banho de água fria para quem esperava por um show da artista nos próximos meses. Todos os compromissos profissionais foram cancelados e uma era promissora havia sido interrompida em seu momento mais alto. A loba havia voltado para o armário. Seu futuro na música passou a ser incerto para os fãs, que com um mix de angústia e ansiedade, respeitaram o momento pessoal da mãe de Milan. No entanto, mal sabiam os shakifãs que a intérprete de “Empire” ainda guardava algumas cartas na manga.

Parcerias estratégicas

Os meses se passaram e Shakira se manteve reclusa em Barcelona, com quem vivia até então com Gerard Piqué e seu primeiro filho, Milan. Suas aparições públicas eram discretas e nada dava pistas sobre um possível retorno. Tudo mudou quando, dias após o nascimento de Sasha (seu segundo filho), a cantora lançou um dueto com a banda mexicana Maná. “Mi Verdad” era uma balada sentimental, que falava sobre inspiração, paz e amor incondicional e seu clipe foi gravado com Shakira ainda grávida. A parceria debutou direto no #1 lugar no Top Latin Songs da Billboard, a parada de música latina mais importante dos EUA.

Ainda faltava muito para a colombiana retornar ao cenário musical com uma produção própria. Com dois filhos pequenos em casa, era natural que a barranquilheira dedicasse maior parte de seu tempo à maternidade. Mas se manter muito longe dos holofotes em uma indústria marcada por inovações constantes pode ser fatal até mesmo para os grandes artistas. Pensando nisso, Shakira investiu em parcerias estratégicas que mantiveram seu nome em alta mesmo durante seu hiato. Uma delas foi com os estúdios Walt Disney.

A estrela latina gravou a música “Try Everything” para a animação Zootopia. No filme, Shakira além de gravar a canção original, emprestou sua voz para um dos personagens, dublando a incrível Gazelle. O tema, composto por Sia e gravado por Shakira, foi sucesso imediato e trouxe a artista de volta para os charts mais importantes da música, como a Billboard Hot 100.

Outra parceria de sucesso veio com “La Bicicleta“. O primeiro dueto de Shakira com um conterrâneo foi o tiro certeiro antes de seu tão aguardado retorno. A canção com Carlos Vives se tornou sucesso absoluto, sendo a faixa latina de maior destaque nos EUA e Europa e rendendo aos intérpretes dois Grammy’s Latinos, como Canção do Ano e Gravação do Ano.

Presença forte nas redes e publicidade

Os dois anos em que Shakira se manteve afastada dos holofotes foram importantes para planejar seu retorno. Mas a cantora não se manteve restrita às parcerias musicais para manter seu nome em evidência. A interação com os fãs através das redes sociais e os grandes contratos publicitários foram de crucial importância para que sua estratégia tivesse êxito.

Com uma audiência de 104 milhões no Facebook, 40 milhões no Twitter e 26 milhões no Instagram, a artista provou como a interação nas novas redes é importante na era digital e permitiu diminuir o distanciamento entre a cantora e seus fãs. A cada foto compartilhada, a cada postagem publicada aumentava a interação e o engajamento. E mesmo sem uma produção própria nova, os fãs vibravam a cada momento fofo com Milan e Sasha, gerando milhares de curtidas e compartilhamentos instantâneos. Uma nova foto nas redes era sinônimo de novas manchetes em sites e periódicos do mundo inteiro.

Na TV, Shakira aparecia em comerciais publicitários de grandes marcas como Oral B (Crest), Fisher Price e Costa Cruzeiros. Em função dessas parcerias, a colombiana foi eleita pela prestigiada revista Forbes como a terceira cantora mais poderosa do mundo em 2015, atrás apenas de Beyoncé e Taylor Swift.

Parcerias estratégicas, engajamento nas redes e fortes contratos publicitários…o caminho para o retorno da maior estrela latina do momento estava pavimentado.

A luz de uma nova era

Shakira acendeu a luz de sua nova era ao lançar no final de outubro sua nova música de trabalho. “Chantaje” que mistura reggaeton com ritmos urbanos, é apenas um aperitivo do que a popstar prepara em sua próxima produção discográfica. O álbum, que será majoritariamente em espanhol, ainda não tem data oficial de lançamento prevista. Mas com o nome de Shakira tão em alta, ninguém tem dúvida de que a menina, que aprendeu a caminhar pela indústria da música com seus pés descalços, vai dar mais um passo rumo ao seu sonho branco de conquistar o mundo.

Scroll Up